sábado, 26 de fevereiro de 2011

Condições melhores para os professores e o ensino ...



A qualificação da educação - inesperadamente apontada pelo candidato derrotado à Presidência Cristovam Buarque, sem contestação dos adversários ,como verdadeiro caminho para o desenvolvimento - passa prioritariamente pelo estímulo aos professores. Isso inclui, além de uma remuneração digna, à altura da importância do  ofício, a implatação de instalações e estratégias que garantam as as melhores condições de trabalho para classe .



A educação é a base estrutural de um país e esta petição é por ela. Divulgue e convide diariamente seus contatos para que todos possam participar. Em nossa causa no Facebook já somos milhares e muito em breve seremos milhões. Nossa pagina e está petição publica são o reflexo de nossa força e somente através de um engajamento sério teremos voz ativa para revolucionar o curso da educação em nosso país. 



Salário digno aos professores do Brasil 



“Primeiro entraram em nosso jardim e roubaram uma flor.
Nós não dissemos nada.
Depois o mais frágil deles entra em nosso quintal e mata nosso cão.
Nós não dissemos nada.
Depois conhecendo nosso medo, roubaram a lua, e arrancaram-nos a voz da garganta.
...E como não dissemos nada, não podemos dizer mais nada.

”(Vladimir Maiakóvski)





Certamente,o desinteresse pela docência está associada aos salários injustos. Contudo, estancar o debate neste ponto seria um  equivoco.Todos sabemos que um emprego,mesmo que não ofereça remuneração vultosa,mas garanta o atendimento às necessidades,formação continuada e boas condições de trabalho,pode ser mais sedutor que aquele que oferece alto salário , mas transforma em tormento o cotidiano do profissional.
No caso dos professores,a insatisfação gerada pelo salário está aliada à da indefinição do seu papel nesta fase de reformas atropeladas , em que a ordem é educar as massas e eliminar desigualdades sociais seculares,embora ninguém saiba como fazer isso em escola desprovida de recursos.Esta escola existe,sim,mas só em diretrizes curriculares,discursos e propostas acadêmicas.
Aos professores coube o peso da missão.Para piorar,as orientações que receberam para lutar contra evasão foram,não poucas vezes, equivocadas: o sistema de ciclos, imposto a um sistema de ensino capenga,escorregou para a progressão automática e resultou na provação em massa de analfabetos leigos.O mais triste é que nem isto bastou para acabar com a debandada.
Atualmente,a aprovação não é mais conquista do professor ou do aluno.Não é nada.Junte-se a isso a frustração por não dispor dos equipamentos adequados para despertar o interesse dos estudantes e temos o bastante para que o educador desista da carreira.Ajudando a compor esse cenário,a violência começou a impor sua ditadura cruel nos estabelecimentos de ensino, através dos próprios alunos -problema que,se não atinge apenas escolas brasileiras,vem sendo tratado por aqui com tolerância inaceitável.




Está causa não é apenas dos professores e sim de toda uma nação que busca se desenvolver.





Site : www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi... 




3 comentários:

  1. Foram verdadeiras todas todas as palavras do ex-presidente Lula, no dia que lançou o Plano de Desenvolvimento da Educação ( PDE). Realmente o projeto significou o início de " um novo século da educação , com " uma elite da competência e do saber , já que " a educação é a alavanca básica para diminuir as desigualdades.
    Razões há para tanto otimismo,mas será que esse projeto vai adiante ?
    O PDE tem pontos louváveis, como o salário mais dingo para o mestre, a informatização das escolas públicas e a instalação de pólos de formação de professores. Ainda é cedo para parabenizar : por enquanto tudo isso caminha em passos lentos.
    A educação brasileira só vai muudar com ações concretas. É necessário que toda a sociedade acompanhe a implatação desse ambicioso plano e cobre cada ponto das autoridades. Acredito que o país precisa de correntes que façam a engrenagem funcionar.

    A verdade sobre o ensino,qual será ???

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Hoje não existe o Programa da Aprovação Automática nas escolas.Mas,o ensino ficou pior devido a aprovação em massa de analfabetos.
    Agora a Educação está atrasada e com um enorme buraco na rede de ensino.A maioria dos alunos não têm o interesse de correr atrás do prejuízo.Muito pelo contrário acham bonito passar de série sem aprender o conteúdo apresentado.
    Não sei o quê é pior :o( Se é o estudante desinteressado ou o governo sem ação ?
    Todos os anos ouço a mesma marmelada e não vejo mudança alguma.Muito pelo contrário só piora na Educação Brasileira.
    Fico arrasada com tudo isso :-(

    ResponderExcluir